domingo, 7 de fevereiro de 2010

De onde a força vem...

São tão pequenos ainda e, muito provavelmente, não terão lembrança alguma do pai que não as inúmeras fotos reveladas a encher os álbuns dispostos no armário da sala. São tão pequenos ainda e já vivem esse momento tão terrível. O menor a arrancar meus sorrisos, a tirar de mim uma alegria que eu pensava estar perdida para sempre... O maior a me fazer entender que a vida segue, apesar de doer vezenquando...

Foi assim, no percurso da escola para casa, que ele se lembrou do pai. Eis o diálogo:

- Mamãe, o papai vai estar na nossa casa quando a gente chegar?
- Não, Matheus, o papai não vai mais voltar.
- Mas mamãe a vovó Paula disse que o papai do céu tava doente e que por isso tinha levado meu papai.
- Pode ter sido por isso, Matheus... Talvez tenha muita gente doente no céu...
- Então mamãe quando eles ficarem bons o meu papai volta, né?
- Não, Matheus. A mamãe também queria muito que o papai voltasse... (olhos marejando)
... (ELE CHOROU)...
- Mamãe, eu quero abraçar você...
(Eu encosto o carro e coloco meu filho no colo)
- Mamãe, quando você ficar com saudade do papai e quiser chorar, você me abraça também, viu?
- Tá bom, meu amor, eu vou te abraçar muito.

É por eles, meu povo, é só por eles que eu ainda respiro.

18 comentários:

Flavia disse...

Amiga não foi só vocês que choraram. Difícil ler e não se emocionar...FORÇA!

Idê Maciel disse...

... verdade.

Marcello disse...

...verdade{2}

Melissa disse...

É incrível como o amor que sentimos pelos nossos filhos é capaz de dar nos dar força, paz e alegria.
Eu sei que é só por eles e para eles.
Beijo no coração.

Anna Camila disse...

Todos estamos chorando junto com vocês...força!

Kamyla disse...

Não lhe conhecia e nem seu esposo. Moro nos EUA com meu marido,que é médico. Soubemos da fatalidade e desde então queria entrar em contato com vc. Tento ajudar como posso, através das minhas orações e pensamentos positivos (pois sei q vc acredita neste último). Toda vez q leio seu blog, fico altamente tocada...vc consegue transmitir o q sua alma sente.Continuo lhe acompanhando e na torcida, mesmo tão longe. Você é uma inspiração!!!!
Forte abraço.

Izabel disse...

É difícil não chorar...
Quem tem filhos então...
Mas realmente sua FORÇA está nos seus pequenos.Tenha certeza que TODOS aqueles que um dia amaram e foram amados não conseguem ficar alheios.Vc realmente consegue escrever com a alma.
A nós resta continuar rezando...torcendo e admirando-a.
Seus filhos serão o seu norte,o seu rumo...
Qdo abraçá-los,lembre que todos nós gostarímos de abraçá-los juntinhos...

Cássia disse...

Nossa,não deu pra ler sem se emocionar,marcele!Estes anjinhos vão te ajudar sempre,viva por eles!Abraço.

Mulher da peste disse...

Essa droga de vida não é justa!

Anônimo disse...

Difícil demais explicar o quão injusta a vida é pra uma criança...

Stephane.

Idê Maciel disse...

Qual é a chave? Qual é o segredo?
Que abre as portas do teu coração? <>
Porque não falar se Ele quer te ouvir
Porque se esconder se Ele está aqui
Porque não aceitar se Ele quer te dar
Porque insistir em resistir
Pois Ele tem tanto pra te falar
Quer te amar te perdoar
Mas é você que tem que abrir o coração

Deixa Jesus te consolar
Deixa Jesus te abençoar
Deixa Jesus te dar a tua Salvação

Qual é a chave? Qual é o segredo?
Que abre as portas do teu coração?
Por que não falar?

Idê Maciel disse...

Se a tristeza te rouba as palavras, se as razões se perderam no tempo
Relembrar as histórias passadas desperta saudades
Se alguém prometeu te amar, mas depois partiu
Te deixando sem mesmo explicar, sem dizer adeus
Deus conhece a tua verdade e as saudades do teu coração
Em segredo teu Deus te espera, quer te consolar
Então volta Só Deus é amor que não passa e não passará
Então volta Só Deus é resposta que vale a pena esperar
De amor vive o coração de Deus, de amor
Amor que não se cansa de amar
Se alguém prometeu...

Renata disse...

Não da pra ler e não chorar, mais Deus esta ai cuidando de vcs muitão e sempre vai esta, vcs estão nas minhas oraçoes! bjão

Anônimo disse...

Oi Marcele,
conhecia o Thiago do FB qndo ele foi professor de específica e tb logo soube q ele era amigo de faculdade do meu irmão, Rodrigo Barreto. Aqui em casa todos ficamos muito triste com essa fatalidade.
Tive conhecimento do seu Blog pela Melyssa,minha cunhada, e queria deixar aqui meu carinho e admiração por vc.
Força,"por eles"...
Um grande beijo,
Isabelle Barreto

rochelle disse...

Recado pra dividir o choro...inclusive o meu. Rochelle

Lidianne disse...

meus olhos acabaram de marejar....!
continuo te desejando força, coragem e energia positiva sempre! abraços...!

Denise disse...

Marcele, tambem nao consegui segurar o choro quando li. So consigui escrever agora, 6 meses depois. Lendo esse texto, me lembrei de uma aula de Psiquiatria Infantil em que ele se fereiu ao Matheus como o filho preferido. Caimos em cima dele, que ele nao devia ter preferidos e tal, e ele disse que era porque o Matheus era o companheiro dele,com quem ele dividia tudo. Thomas iria ser quando ficasse maior. Vejo esse Matheus companheiro nesse texto. Com carinho.

Laura disse...

Marcele, três pessoas choraram. Voces dois em fevereiro de 2010, Eu, agora, Maio de 2011. Criança é um ser iluminado mesmo. Força e fé em Deus! Bjs.