quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Se tudo o que punge, tudo o que devora o coração no rosto se estampasse…

A gente tem essa mania de pensar que conhece as pessoas. A gente faz questão de rotular, (pre)conceituar, separar de acordo com aquilo que encontramos aí no mundo. A gente cria toda uma personalidade com base em pequenas pistas que nos são dadas. Estas pistas são as roupas, o cabelo, a maquiagem, os gestos e as opiniões alheias a respeito de alguém. Porque sempre tem alguém com alguma opinião formada sobre outrem. Eu também sou assim, tenho opinião sobre quase tudo, sobre as pessoas também. Agora eu sei que no resto do mundo não é assim. É cultural, é nosso. Aqui, a gente entende uma pessoa por aquilo que salta aos olhos.

A gente se perde quando percebe que a pessoa não é nada daquilo que a gente projetou. "Ele é juiz, usa terno, parece um homem sério"; mas na verdade é uma criança de paletó, não sabe assumir compromisso algum, não sabe se portar em público, não consegue conversar. "Ela é uma perua fútil"; não sabemos que esconde um amor enorme dentro de si. Nem vocês que me leem me conhecem. E eu me mostro todos os dias aqui. Sou julgada porque escrevo, porque me exponho, porque quero ser feliz seis meses depois que meu marido morreu, porque quero sair de casa, porque quero beber, porque quero encontrar um novo amor. "Novo amor?!?!? Num era nem pra você estar pensando nisso! Você deveria priorizar os seus filhos!".

Eu escuto, eu me deparo com, eu sofro e faço julgamentos todos os dias. Mas a gente num sabe o que cada um traz dentro de si. Ninguém nunca sabe o fardo pesado que cada pessoa carrega. A dor que me parece desimportante pode ser insuportável para alguém. Pra mim, pode parecer um chilique alguém chorar porque o cachorro morreu, mas eu nem sei o que aquele animalzinho significava na vida do outro. Eu não sei, nunca tive um. Para os anônimos descarados que me leem e me criticam pode parecer um acinte eu querer ser feliz, mas eles não sabem a barra que eu aguentei.

Tudo que transparece é apenas a superfície da imensidão profunda de sentimentos que cada ser carrega em si. Tudo que é visível, é temporário, é efêmero, é fruto do esforço para parecer. É na dor e na solidão que os verdadeiros eus emergem. Sob as circunstâncias mais adversas a que somos obrigados ou levados, sobra apenas o que há de verdadeiro – e o que ninguém vê - dentro de si e também nas relações.

Olhos vermelhos, manchas pretas ao redor dos olhos, cabeça baixa e ombros encolhidos são só a postura de quem carrega uma dor insuportável. Mas manter o olhar firme e limpo, a maquiagem em dia, a cabeça em pé também não quer dizer o contrário. Eu já disse que aguentei o tranco em pé e de salto e me doeram por demais a cabeça, os ombros, o coração e os pés. Depois disso, um olhar mais ameno sobre os outros me foi dado. Porque a dor de cada um é invisível e, na maioria dos casos, silenciosa.

27 comentários:

Anônimo disse...

Ahhhh... É assim também que eu te sinto, é assim que eu te vejo... às vezes cheia de si, outras tão carente e sempre tão sofrida. Por trás de seu sorriso e de seu visível anseio de ser feliz (e é)muita dor e saudade, e o lamento da perda pelo que seria, mas não foi nem nunca será. Mas eu conheço uma imensurável fé que existe em cada gesto teu, em cada palavra escrita. Fé na vida, fé no homem, fé no que virá... Muitos que possuem fé em Deus perderam a fé na vida, no ser humano e no futuro, que em ti lateja e se espalha alcançando os que te rodeiam e rogam para que tua fé alcance a fé no Eterno, nAquele que é foi e sempre será... no para sempre de DEUS!!! Eu conheço a tua verdade e peço a Deus que essa mesma verdade seja tocada pelo incondicional amor Dele por todas as suas criaturas. Deus te abençoe e te encha ainda mais de fé, esperança e caridade. Bjos da tua Mammys Idê

Anônimo disse...

E já dizia Chico Buarque com sua infinita sabedoria: "a dor da gente não sai no jornal"...

Beijos,

Glória

Anônimo disse...

Um dos teus melhores textos!!!!

Anônimo disse...

Concordo! Sempre leio seu blog, mas esse é um dos seus melhores textos...

Luisa Dias disse...

A gente nunca sabe nada sobre a dor do outro. A nossa é sempre a mais doída. E o que aprendemos com a nossa dor? A respeitar a do outro sempre, a saber que os limites são diferentes, a compreender que os passos são únicos. Muito bom o seu texto sobre julgamentos e preconceitos. Nem tudo é o que parece ser. Mas o respeito é sempre muito visível e se assume com nome e sobrenome. Abraços!

Anônimo disse...

lindo o texto, curu!

Anônimo disse...

Arrasou!!! Vai, continua querendo ser feliz, se importa não. Tem tanta gente que te admira, que torce pela sua felicidade, que vibra por suas conquistas, e nem te conhece....

Lidiane

Anônimo disse...

Bonito texto...

Lílian Holanda

Anônimo disse...

Engraçado... eu vi outro dia uma tia do thiago falando justamente sobre isso... ela inclusive criticou a roupa q vc foi pra missa de 7º dia... Ela merecia ler esse blog.

Cele disse...

Nem quando eu reclamo dos dedos apontados eu tenho sossego!

Flavia disse...

Cele, liga não, quem tem boca fala o quer amiga. E vc tem mtos amigos que te amam, a gente vê a demonstração de carinho das pessoas. Quem julga, rotula, fala o que quer. Que falem! Bjks

Anônimo disse...

Um dos seus melhores textos!!! Um dia ainda vou lhe escrever um e-mail. Você nao me conhece, mas sou parte da torcida anonima que quer muito que você seja feliz ! Vc merece... E nao importa o que digam, seja feliz !!! Se pudessem trocar de lugar, aposto que os "críticos" nao aguentariam um minuto da dor silenciosa que você carrega dentro de si...Por isso, eles falam...porque é fácil demais! Boa sorte ! Um dia te escrevo... Como escutei uma vez, repito: a melhor vinganca é ser feliz !!! Na sua torcida !!

meire disse...

Marcele,
não te conheço, quer dizer, te conheço mais do que vc a mim!
Lendo a sua história vejo que a vida da gente muda, independente da nossa vontade, de uma hora pra outra.
Por causa da sua história tenho medo do futuro... sei que meu medo vai passar, fiquei muito impressionada!!!
Mas no seu blog eu venho aprendendo a valorizar a minha vida e aproveitar o máximo pra ser feliz e fazer felizes os que me cercam!!!
Não sou de fazer orações, mas tenho minha fé!!! E pode ter certeza que constantemente vc e sua família estão em meu pensamento positivamente!!!
Vc tem todo direito a um novo amor, a se vestir, se perfumar, se maquiar, cantarolar lindamente. Quando? Essa é uma decisão exclusivamente sua...
Torço sempre por vcs...

Anônimo disse...

Meu Deus!! A Marcele só escolheu ser feliz! O que tem de mau nisso?? É como dizem por aí: a felicidade dos outros incomoda.

Força, Marcele! Tô contigo e não abro!

Anônimo disse...

Eu adoro ver vc alegre e confiante na sua capacidade de buscar a felicidade... vc tem muita luz e faz um bem danado para as pessoas que realmente conhece seu carater.

Anônimo disse...

Marcele, vc viveu um amor incrível,abençoado. O Thiago foi muito feliz e realizado com vc. E acredito que na hora certa ele vai te ajudar a encontrar um bom companheiro pra vc. Tu merece ser FELIZ de novo.

Yonara disse...

Acho que esse povo não perdoa o fato de algumas pessoas não se fazerem de coitadas... deve ser isso...

Anônimo disse...

Vc é uma foooofa, Marcele!!!!

Tem muuuuito mais gente torcendo por vc!!!!

E vc diz o q muitas pessoas na sua mesma situação gostariam de dizer e não têm coragem... pq acham "feio" querer ser feliz após uma tragédia...

Tem gente q quer ver e colocar os outros sempre pra baixo...
Não ouça, ouça somente a nós, q torcemos e muuuuito por vc!!!!!

Bjos, Weidi:)....

Anônimo disse...

Também faço parte dos "torcedores anônimos que ainda te mandarão um email".rs. Sempre - sempre mesmo, desde bem antes de tudo acontecer - te leio calada, mas dessa vez vou dar meu pitaco. Mulher, tu tem toda a legitimidade do universo para buscar tua felicidade e fazer o que bem entender para isso! Nenhuma dessas pessoas que te julgam passaram pela dor incomensurável que você passou,e que ainda deve te atingir o peito em cheio, em alguns momentos. Você só se deve a si e a seus pequenos, que te amam e não te julgam. Quanto ao Thiago... Ele não deve saber mais o significado da palavra preconceito ou julgamento, mas tenho certeza que te acha linda quando tu bota aquele salto, pinta os olhos, cai no samba e vai viver... Sem ter a vergonha de ser feliz!! O resto é resto!
Bjo,
Rafa!:)

Izabel disse...

ARRASOU!!!
AMEI!!!
Cada dia entendo mais e MAIS,porque os olhinhos de meu amigo Thiaguinho,brilhavam tanto ao falar da Moreninha...você é cativante,é transparente,é verdadeira...tem defeitos sim,quem não os tem?Mas acima de tudo,ama o próximo,ama ser amada,ama a vida,ACREDITA NO AMOR,fez feliz e saber SER FELIZ!!!
Meu beijo...minhas orações...SEMPRE.
Pobres de espírito...a gente reza por eles!
PS:Faço minhas as palavras de Idê!

Anônimo disse...

"cada um carrega o dom de ser capaz, de ser feliz" E vc vai ser muito feliz... porque aos olhos do pai, vc é a coisa mais linda que ele planejou. A cor da sua pele, o seu cabelo desenhou, cada detalhe num toque de amor... Antes de vc nascer, DEUS sonhou com vc. Princesa linda demais, perfeita aos olhos do pai.

Anônimo disse...

AMEI ESSE TEXTO!
SEJA FELIZ!
TUDO QUE QUEREMOS NESSA VIDA...!
BJOS!
LIDIANNE FRANCA

Anônimo disse...

Marcele,
também não sou muito de comentar, mas leio teu blog há muuuuuito tempo, antes pra saber a outra versão das histórias que ele me contava, depois pra acompanhar a distância a felicidade dele, de vcs, e mais depois ainda pra saber se tava tudo bem, se tava dando pra segurar a barra pesadíssima e manter as crianças felizes, agora leio por te admirar, por admirar a maneira que vc inventou de superar tudo e de ser feliz! Tenho certeza absoluta que é isso que ele quer, que você seja feliz!A opinião de quem não gosta e não torce pela gente não importa, simples assim.

Sempre na torcida!

bjo

Lílian (talinha! hehehe)

Pamela disse...

Você disse tudo!!!! Você merece ser feliz sim, ter alguem pra dividir sua angustia, suas duvidas, seus momentos felizes!!!! nao ligue para o que falam... VIVA!!!!!

Pamela disse...

Você disse tudo!!!! Você merece ser feliz sim, ter alguem pra dividir sua angustia, suas duvidas, seus momentos felizes!!!! nao ligue para o que falam... VIVA!!!!!

Kamyla disse...

Marcele, passei um tempo longe da blogosfera e vi q as pessoas não perdem tempo em criticar...
Mas vc é mais do que isso...só vc sabe a dor q carrega e a cicatriz q não se fecha...
Viva a sua dor, o seu luto do deu jeito...
Vc merece ser muito feliz.
Gde bjo

Mirys + Guigo + Nina disse...

Cele (já me acho íntima! rsrs):

"É impossível ser feliz sozinho". Não acho que essa frase valha para todo mundo. Mas, pelo visto, vale pra você! E pra mim, também!

Mas uma amiga me socorreu, no meio de minha loucura de viuvez recente, precoce, dificílima e disse que quando o cenário estiver preparado, quando eu estiver pronta para esse recomeço, ele vai acontecer. Mesmo que eu ache impossível...

Afinal, nós somos a prova viva de que nada é impossível, não é mesmo? Coisas acontecem. Graças a Deus, coisas BOAS também acontecem. Aos montes!!!! Vamos esperar pelas nossas!

Enquanto isso, no meio do processo, curta as crianças (que devem ser novinhas como as minhas), viaje, realize os planos que tinham sonhado juntos - por ele, por você, para encerrar o ciclo. Quando for o momento, vire a página...

Outra amiga, leitora do blog dos mosqueteiros, me disse que não haverá substituição; não é preciso deixar de amar o Thiago para amar outra pessoa que VAI aparecer e te fazer muito feliz. É como filho: quando você espera o 2o fica pensando como vai amar alguém como ama o 1o, se vai ser na mesma intensidade, etc, etc. Daí, o 2o chega e você percebe que dá para amar LOUCAMENTE os dois, de maneiras diferentes, sendo pessoas diferentes! Viu?

Bjos e bençãos.

Mirys - www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com