quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Para Zuzu- Rafaela

Seja bem-vinda, menina!

Já já você dará o ar da graça nesse mundo, vai encher o coração da sua mãe de amor e a cabeça dela de sentido e equilíbrio e altruísmo e eu espero que de juízo também. Vai encher o coração de muitos que a cercarão de doçura. Saiba, Rafaela, que mesmo nos momentos turbulentos, você foi/é/será muito amada e querida.

O mundo não é o paraíso, Rafaela. Não é fácil estar aqui. Mas a lição mais importante que você já vai nascer sabendo é que o que há de mais valioso aqui são justamente as pessoas. Faça amigos, querida. Muitos, diferentes, especiais, loucos, sérios... Faça amigos como a sua mãe sabe fazer. Faça com que eles estejam sempre por perto, sempre ao seu lado. Perceba aqueles com quem você pode contar para tudo e qualquer coisa e aqueles que são companheiros eventuais para situações específicas. Nenhum espécime é melhor que o outro, mas você precisa saber distingui-los.

Seja bem vinda, Rafaela! Viver necessita de que se esteja preparado para tudo, então se prepare. Aproveite tudo que estiver ao seu alcance para guardar munição para os inevitáveis momentos de batalha. Entenda, desde logo, que a felicidade não está lá no ponto de chegada. A felicidade acontece no gerúndio. A felicidade é a escada, é o caminho, é o percurso. Nem sempre leve, nem sempre fácil, nem sempre plano, nem sempre bom; mas é subindo, caminhando, escalando que a gente chega em qualquer lugar. Keep walking... Não desistir é sinal de força, menina!

É preciso saber, Rafaela, que o mundo mudou, as pessoas mudaram e, muita embora exista no mundo uma gama severa de hipocrisia e preconceito, você precisa entender que nem todo mundo faz tudo igual, do jeito socialmente mais aceitável, do jeito que promove menos ti-ti-ti. Você não precisa ser aceita por todo mundo, você não precisa fazer aquilo que os outros esperam de você, você não precisa agradar a todos, mas precisa ser amada e precisa, mais que isso, se amar. Saiba reconhecer seus próprios valores, seu potencial, sua beleza e o amor que os outros devotam a você e retribua.

Olha, Rafaela, as lágrimas vão cair inevitavelmente em alguns momentos da sua vida (longa vida, eu espero); saiba aproveitar os sorrisos e gargalhar. Saiba dançar conforme a música, saiba ter jogo de cintura, levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima quantas vezes for necessário. Sorria, menina! Você já vai chegar enchendo de graça e rosa um mundo duro e ápero, um mundo muitas vezes cruel. Que a sua presença entre nós seja motivo de alegria sempre.

Seja bem-vinda, Rafaela, e que sua vida seja doce, leve e rosa!!!

5 comentários:

Melyssa Alves disse...

Oi Marcele! Acho que a Rafaela é a filha da Grece,não é? Ficou lindo o que você escreveu para ela. Não tenho mais telefone nem e-mail da Grace, mas peço que você repasse minha mensagem para ela. Que esta pequena venha para inundar o coração dela de amor, encantamento e sabedoria e que ela se faça ainda melhor após ser mãe. Ficamos muito felizes ao saber da gestação e desejamos muita saúde para a princesinha. Sinto um carinho e admiração por ela em dobro do que sentia pela querida Zuzu. Bjos a todos!

Isabelle disse...

Marcele,
Passo quase todo dia por aqui, e vale a pena demais ler textos como esse.
A vida do jeito que ela e deve ser.
Felicidade no gerúndio, concordo plenamente.
Um abraço!!
Isabelle

linaschlachter@yahoo.com disse...

que post lindo! adorei!

Debbie disse...

Rafa! Vc já é muito amada e paparicada pelas muitasss tias que vc tem! :)

dea disse...

minha curiosidade um dia me mata... pq mesmo que é Zuzu??? rsrsrs bjos