quarta-feira, 6 de abril de 2011

É só saudade

Eu tava facebookeando quando me deparei com a foto a seguir:


E fiz o comentário de que o sorriso era matador. Era mesmo. Turma da faculdade dele aí. Nessa época a gente nem tava namorando. Foi a fase de solteiro pegador dele com essa turma toda que estava na mesma vibe. Todo mundo tinha acabado namoros de muito tempo.

É engraçado ver essa foto de um momento em que eu nem estava presente, em um momento em que eu nem era dele e ainda assim doer uma pontada dentro de mim. Eu olho e me pergunto como pode ele não estar mais no mundo. Eu olho e escuto no fundo da minha memória auditiva a gargalhada que ele deve ter dado para sair assim, com os olhinhos quase fechados na foto. Eu olho e me lembro perfeitamente do jeito dele enxugando o suor da testa (detalhe muito bem ressaltado pelo Pedro, que publicou a foto no FB e tá aí, de branco - aumenta a foto que dá pra ver).

Dói sabe? Uma dor de saudade, de irresignação, de abraçar apertado até sufocar como quem diz "você faz tanta falta", de beijar profundo e intenso como quem diz "eu te amo", de estar perto, só estar perto sem tocar e a observar todos os trejeitos, cada detalhe, cada linha e marca no rosto, o formato de cada parte do corpo que eu sei de cor, mas queria ver de novo.

A foto me deu saudade, gente, e é só.

9 comentários:

Débora disse...

Sei bem como é...

Ontem estava limpando a cozinha e a copa, pois estamos reformando a casa e fiquei pensando o quanto eu queria que minha irmã estivesse aqui.

Está acontecendo tanta coisa que a gente sonhou que queria que acontecesse e ela não está aqui pra ver nada disso...

Uma saudade enorme de tê-la aqui me chamando de Dezinha e me ajudando com tudo.....

Saudade é fogo!!!!!

Muita força pra vc e pros teus filhotes!!!!!!

Bjão

Débora.

Cami Góes disse...

Não consigo nem imaginar a sua dor mas seu texto me fez ficar com o coração apertado.
A cada dia te admiro um pouquinho mais e te desejo sempre muito mais dessa força que te faz seguir em frente transformando sua dor em algo tão bonito.
Bjos

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Orgulhe-se por ter tantas lembranças lindas dentro de si, querida. Orgulhe-se.

Beijos grandes,

Bela - A Divorciada

Silvana Alves disse...

UM DIA eu perdi um grande amor tbém... foi difícil superar,,, aliás, nem sei se superei, mas hoje sei viver com a saudade e falta dele... isso foi em 2006.
beijos e muita luz pra vcs

Silvana Alves disse...

te add no face.. bjoks

S. disse...

força na peruca, flor...
beijos carinhosos

Mirys + Guigo + Nina disse...

Se fosse só sentir saudades...
Mas tem SEMPRE algo mais!...

É engraçado, Cele, como a gente se vê nessas fotos, né? Como dá saudade até do que a gente não viu, não fez, não presenciou...

Bjos e bençãos.
TJ!!!!!
Mirys
www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com

Sentimentalidades-Todas disse...

O ideal é sermos amiga da saudade e vigiar para que ela nunca seja maior que nosso capacidade de ver a beleza no que passou...
Mas sei que o ideal quase sempre é um ponto muito distante de nós.

Anônimo disse...

me arrepiei qdo vi pq eu tbm tava nesse dia...
narinha