quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Latejante

Quando alguém morre deixa sempre um vazio, um espaço em branco, uma frase reticente, um aperto no peito, uma saudade doída. Quando alguém morre de maneira trágica e inesperada, deixa aqui sonhos não concretizados, projetos no meio do caminho, tanta coisa por fazer, uma vida inteira que podia ter sido e não foi... Mas a morte que se abateu sobre mim este dias levou-me muito mais. Levou sonhos, projetos de vida, levou um profissional que daria certo, uma pessoa de bem, um amigão, uma excelente companhia pra qualquer conversa, levou um grande coração, um ser humano generoso e dedicado, me levou o pai apaixonado dos meus filhos e me levou também o grande amor da minha vida.

Não é certo eu acordar sentindo falta do abraço acalorado de todas as manhãs e ir dormir sonhando com o ombro em que eu me encaixava e do cafuné que embaraçava o meu cabelo. Não é certo eu acordar antes do mundo todo esperando ouvi-lo dizer "acorda, bicho preguiça!'. Não é certo eu sentir o peso do braço dele sobre mim, me abraçando a noite inteira. Não é certo eu abrir os olhos já em lágrimas de saudade. Não é certo eu sentir esse vazio infinito, essa dor que lateja e me dobra, essa vontade de gritar, esse anseio louco para que a porta se abra e eu escute a sua voz num boa tarde. Não é certo. Não é justo. Mas ninguém prometeu que seria.

Mas eu posso me sentir lisonjeada por ter vivido esse amor e porque ele cantaria pra mim:

"Olho para o céu
Tantas estrelas dizendo da imensidão
Do universo em nós
A força desse amor
Nos invadiu.
Com ela veio a paz, toda beleza de sentir
Que para sempre uma estrela vai dizer
Simplesmente amo você.

Meu amor,
Vou lhe dizer
Quero você
Com a alegria de um pássaro
Em busca de outro verão
Na noite do sertão
Meu coração só quer bater por ti
Eu me coloco em tuas mãos
Para sentir todo o carinho que sonhei
Nós somos rainha e rei

Na noite do sertão
Meu coração só quer bater por ti
Eu me coloco em tuas mãos
Para sentir todo o carinho que sonhei
Nós somos rainha e rei

Olho para o céu
Tantas estrelas dizendo da imensidão
Do universo em nós
A força desse amor nos invadiu.
Então
Veio a certeza de amar você..."


(Céu De Santo Amaro
Caetano Veloso
Composição: Flávio Venturini / Arranjo: Johann Sebastian Bach)

9 comentários:

Anônimo disse...

"pode" não ser certo
"pode" não ser justo
mas com a fé que eu tenho em DEUS e na certeza de que ELE sempre será por nós,
acredito que "seja"...
NECESSÁRIO!

Que DEUS te abençoe...sempre!!!

Não vim a passeio. disse...

http://patuska.multiply.com/reviews/item/407

Adoro essa música...
Lendo seu blog entendo por que ele te escolheu para casar...
Estou apaxonada por você...
Vc escreve divinamente bem...
Pense no futuro escrever um livro...
Eu serei a primeira a comprar...
Vamos juntas superar essa dor...
Escrever ajuda bastante...
Pois o Thiaguinho existirá sempre em nossos corações...
felicidades

D.J disse...

Vc nem me conhece, e muito menos sei de toda a sua história, mas eu sofro e choro com vc.
Amor mais lindo, viu? Vc é uma abençoada, porque isso é pra sempre!
Confia em Deus, florzinha, que Ele há de dar conforto pro seu coração.
Beijo pra vc!

Syrlana disse...

Oi Marcele!Você me conhe de muitos anos atrás, sou filha de uma amiga de sua mãe, a Cleide,la do Patrronato e posso imaginar o que estejas passando, pois passei por algo semelhante há alguns anos atrás...Tenha fé!!Acredite no poder de Deus e com o passar dos dias, Ele irá te trazer o conforto em teu coração para que sigas em frente.Fiquei muito comovida com o que você escreveu e te desejo toda força do mundo!!Não deixe de confiar!!!Vou te mandar um convite no orkut, pq mamãe quer ter contato com sua mãe...Fica com Deus!!!Syrlana

stephanematos disse...

As coisas que vc escreve bate lá dentro da alma como uma adaga cuidadosamente afiada...
Mas sim, acho que vc teve sorte de ter vivido um amor assim... e que alias, vc vai viver pra sempre, através dos meninos...
Beijos!

Comer bem disse...

Você tem o dom da palavra. Sofro e choro a sua dor cada vez que leio seu blog. Força Marcele! vocês merecem e vão continuar sendo felizes! Você deveria pensar em publicar algumas de suas palavras... conseguem tocar na nossa alma...

ana cristina disse...

Marcele,como já mencionei no orkut não tive o prazer de conviver com vc pessoalmente por simplesmente a correria do dia a dia terminar por nos afastar de pessoas maravilhosas como o meu querido amigo Thiaguinho...Se a gente bem soubesse aproveitaria realmente cada minuto da nossa vida como se fosse o último e se preocuparia mais em manter-se próximo das pessoas que admiramos pois quando menos esperamos pode ser tarde demais... Vc é uma menina, mulher linda...que Deus te ilumine e te reserve muitas felicidades!!!

Morgana disse...

Marcele,imagino a dor que vc sente.Doi em mim só de ler o que voce escrever...
Nao imagino como seja lidar,conviver,viver tendo um pedaço a menos de nós mesma.
Rezo por vc,pelos seus para que vcs consigam viver.
Saudade sim,tristeza nunca.
Acredito que o que ele menos queria era ver vc triste.
Força menina...

izabel disse...

Quanto mais leio seu blog,mais tenho a certeza de que vc teve a benção de viver um AMOR VERDADEIRO.E quantos nesse mundo conseguem essa façanha?Agora entendo pq seu Thi era tão apaixonado por vc e por seus pequeninos...agora entendo pq fiquei tão encantada com a declaração de amor a vida,a família e a vcs feitas por ele com tanta sensibilidade e verdade que nos tocou a alma.Agora entendo!Vc diz em seu orkut que aprendeu a ser mãe,mulher...com ele e nós mesmo de longe continuamos a aprender com vc que AMAR VERDADEIRAMENTE era para ser para todos,segundo a vontade de Deus,no entanto nem todos acertam nas escolhas e fazem do amor a verdadeira fonte de VIDA.Mesmo em um momento tão difícil,vc é EXEMPLO de LUZ,e AMOR.Força menina,seu Thi vai estar sempre com vc te enchendo de coragem,pois FIBRA lhe é peculiar.Seu sorriso sempre será o desejo dele e a alegria de muitos.
Meu todo carinho e meu maior momento de PAZ para todos vcs.