domingo, 25 de fevereiro de 2007

Eu escolhi ter um filho


"A gente passa a entender melhor a vida
quando encontra o verdadeiro amor.
Cada escolha, uma renúncia.
Isso é a vida...
Estou lutando pra me recompor.
De qualquer jeito o seu sorriso vai ser meu raio de sol.
O melhor presente Deus me deu.
A vida me ensinou a lutar pelo que é meu."
Cada escolha, uma renúncia. Renunciei à vida de moça solteira casadoira; às festas todos os fins de semana; ao consumo de álcool e outras drogas permitidas; à irresponsabilidade-responsável que os vinte e poucos anos nos permite; a viagens e passeios; a estudos no exterior; à casa da mamãe (isso inclui comidinha de mamãe e roupa lavada); à possibilidade de optar entre estudar-e-trabalhar ou apenas estudar; à vida leve e descompremetida... E renuncio ainda.
Eu escolhi ter um filho. Escolhi ouvir risadinhas quando dou beijos na barriga; ver um sorriso surgir quando abro a porta de casa ao chegar do trabalho; sentir uma pessoa se alimentado em/de você; sentir um amor imensurável e ser correspondida; ver uma pessoa se formando e totalmente inspirada em você; ver alguém imitar seus trejeitos e achar a coisa mais linda no mundo; escolhi me ver em olhos que não são meus; escolhi viver o amor mais profundo que existe; escolhi ser o que não pensei ser capaz; escolhi sonhar-torcer-vibrar com o futuro e as conquistas de outrem; escolhi ser capaz de abrir mão das minhas prioridades pelo conforto de outrem; escolhi ser melhor, ser maior, ser mais. Escolhi ser mãe.

5 comentários:

Dona Flor disse...

q coisa mais linda!
parabéns!!

é incrivel a natureza nos dar o presente de poder gerar de nós mesmos outro ser.
parte de nós.

mãe!

=)

achei seu blog por ai..
e muitas luzes lindas se acenderam aqui!

voltarei mais vezes.

Sofia disse...

Mrcele, linda demais esta foto. Reflete bem as suas "renúncias", uma renúncia linda chamada MATHEUS. Vc não perdeu nada,afinal já viveu muuuuuito intensamente vários momentos. Esta é mais uma nova etapa. Felicidades

Mamãe disse...

Como eu me sinto feliz pelas palavras que você soube(sabe) dizer tão bem. Você expõe em estilo gostoso e bom texto tudo o que senti e sinto ao longo desses 25 anos... Dá para entender hoje, por que eu tambem escolhi ser mãe?
Deixei de lado a mulher ardente, sonhadora, apaixonada... pela batalhadora antenada, colada e ligada no desabrochar dos frutos que pus no mundo, através dos quais eu me vejo seja no "preguiçar" de um, seja no "esforçar-se" de outra, seja nas "renúncias" desta. Amo demais meus rebentos e ve-los crescer em todos os aspectos e circunstâncias. Gosto do seu estilo e do que escreve. Parabéns moça pelas suas escolhas. Que estas lhe revelem o Ser maior de nossas vidas: DEUS!!!

Debbie disse...

Amigaa! Lindo o texto! :********

mariella disse...

das palavras mais lindas lidas em muito tempo, querida.
mais felicidade ainda pra ti. :)

e beijo.