segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Gostava tanto de você

Uma música muito conhecida esmigalhou meu coração quando eu me dirigia ao trabalho esta tarde. Eu sempre achei que fosse uma canção que falava sobre uma desilusão amorosa. Eu sempre cantei nas minhas dores de cotovelo, mas agora ela tem outro contexto e se encaixa:
 
"Não sei porque você se foi
Quanta saudade eu senti
E de tristezas vou viver
Aquele adeus, não pude dar
Você marcou a minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
e da solidão que em minha porta bate
 
Eu corro, eu fujo dessa sombra
Em sonhos, vejo esse passado
e na parede do meu quarto
ainda está o seu retrato.
Não quero ver para não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você"
 


Fique protegido enquanto navega na Internet. Instale o Internet Explorer 8.

14 comentários:

Anna Caroline Nobre Gomes disse...

Muita paz p vc!!!

Abraco forte.

Anônimo disse...

Marcele, vc se identificou, pq esta música foi feita por um pai que perdeu o filho.
Mas, não queria 'instigar' ainda mais sua dor com esta informação. Nesta hora dá vontade de ser uma amiga próxima e abraçar vc, dando carinho e força. É assim que a vejo hoje.
E olha que um dia a vi no iguatemi imperial em um scarpã vermelho e carteira idem.rs
Abraço.
Paula.

Cele disse...

Iguatemi Imperial?!?! Onde, mulher? Nem scarpim vermelho eu tenho!

taticmota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
taticmota disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
taticmota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
taticmota disse...

Marcele, vou dizer de novo: sou sua fã! Infelizmente não somos amigas, mas mesmo assim tu me faz chorar e rir.
Beijão pra vc!
Tatiana

Anna Camila disse...

Muita força e paz no seu coração! Beijo nos meninos!

Anônimo disse...

Tem sim!Só sei que vc chamava a atenção de elegancia, de vermelho.rs
Estava com seu filho mais velho e a babá, como eu já vinha 'escondida' ler seu brilhantes textos reconheci na hora!
E pensei: 'ela é corajosa' sair com o filho de salto; eu levaria inúmeros tombos.
Bom, mas afinal, esta é uma prova de que vc tem admiradores onde nem imagina!
E tem há um tempo uma que torce e tem certeza que vc vai dar a volta por cima, sem tirar o seu marido do coração.
Paula.

Cele disse...

Obrigada pelas palavras e pelo carinho, Paula, mas eu n tenho mesmo um scarpim vermelho. Tenho uma sandália alta, mas um scarpim não! Mas tudo bem...

CássiaR. disse...

É realmente desse jeito,Marcele.Ouvi essa música algumas vezes depois do acontecido e não consegui não associar ao meu querido professor,thiago!E antes já havia associado à desilusão amorosa tb.Fica em paz!Força!!Abraço.

Flavia disse...

Amiga, "um dia de cada vez". Sempre!

delnogueira disse...

Não a conheço... Sou da comunidade "Noivas de Fortaleza", e soube dessa notícia triste por lá... Venho te parabenizar pela força, coragem, singeleza e sensibilidade. Você registra através de suas palavras o que está lá, escondidinho no coração... Já perdi alguém muitooo querido, e de forma repentina também... Meu irmão tinha 23 anos, uma esposa e uma filhinha... Parece que a dor nunca vai passar, mas quero te dizer que o tempo é crucial para essa recuperação. Mesmo que não creias, Marcele, DEUS ESTÁ CONTIGO... Não há fardo que não consiga carregar, então... Isso tudo vai passar... As lembranças ficam, as lágrimas também te visitarão de vez em quando, mas essa dor terrível irá embora sim! Foi assim comigo... Que uma paz tremenda inunde seu coração... Toda sorte de bênçãos para você! Um abraço fraterno e carinhoso...

Delane Nogueira
delanenogueira@yahoo.com.br

Lanuzza disse...

"Nem a tristeza,
nem mesmo à dor poderá
Superar o amor de Deus...
Pois tudo naquele que me fortalece
Tudo posso em Jesus Cristo"