sábado, 20 de fevereiro de 2010

Lembranças para a missa de um mês

Era um sorriso constante, cativante e verdadeiro. Era olhinhos que quase fechavam quando a gargalhada sonora saía. Era um excelente e disputado dançarino de forró. Era um chicleteiro, um micareteiro de marca maior. Era a melhor companhia para qualquer lugar, para uma mesa de bar, para uma noitada, para farra na casa alheia. Era um amante da praia, principalmente da Caponga. Era disciplinado, milimetricamente organizado, precavido, diligente e extremamente resolutivo. Não havia entraves, não havia problema que o abalasse, não havia coisa que ele não resolvesse ou tentasse. Ele fazia sempre tudo o que podia. Era o exemplo de filho que eu quero dar para os nossos filhos. Era o melhor pai, o mais apaixonado, o mais carinhoso, o mais atencioso, o mais dedicado. Era o melhor namorado. E ainda era o melhor namorado depois que se tornou marido. Era a pessoa mais carinhosa, mais compreensiva, mais do bem, mais de paz. Era um médico não de pessoas, hoje eu compreendo isso, mas de almas. Por isso mesmo, psiquiatra. Por isso mesmo, tanta gente veio dividir com a gente como ele salvou-lhe a vida. Era o melhor amigo, um verdadeiro irmão para tanta gente, que eu não sei como ele conseguia agradar a tantos. Mesmo ausente, era presente. Era tão querido por tantos que eu só posso crer que não podia mesmo ser desse mundo. Queria tanto bem a tantos, que toda semana acrescentava 4 ou 5 nomes à nossa lista de casamento. Queria o mundo todo, queria todo mundo, queria tudo ao mesmo tempo, queria mais tempo, queria mais e o céu foi o limite.


Não devemos mais chorar. Temos muito mais motivos para sorrir que para sofrer. Essas crianças que ele nos deixou merecem saber, conhecer e reconhecer a felicidade que o pai delas disseminou.

14 comentários:

Cássia disse...

Tudo q vc escreve é arrepiante!Nossa,emocionante mesmo!QUe pena que não puder ir à missa hj,mas na hora exata dela lembrei dele e de vcs,a família tão amada dele.Conversei mto com Deus e pedi toda a força do mundo e não só isso:pedi tranquilidade e luz,pedi amor,garra e tudo o mais de melhor pra vcs,marcele.E vc tem razão,devemos sorrir mto,lembrar do sorriso dele e saber q ele foi mto feliz!Um super abraço!

katherine disse...

Cele,
Me perdoa por não ter ido a missa... mas tenha certeza que fiquei orando à todo instante. Sinceramente Deus tem nos dado forças para continuar! Desejo paz no seu coração. Grande Abraço! KAtherine.

Emanuella disse...

Lindo texto!! E admirável sua força!! Não tem como não lembrar dele exatamente do jeitinho que você descreveu..
Fica c Deus, Marcele!!
Bjos!

Kamyla disse...

E vcs sempre serão lembrados em minhas orações!!!!
Forte abraço.

Idê Maciel disse...

Filha querida, minha dor também e ainda é muito grande... mas o meu olhos marejam hoje por reconhecer a grande mulher que você se tornou... o meu bebê pequerrucho e magrelinho se tornou nessa mulher enooooooorme (como diria seu filho Matheus!). Quanta força, quanta disposição em aceitar (não sem dor e lágrimas! mas com muita resignação) a vontade de Deus em sua vida. É nesse instante que eu antevejo, que sinto, que percebo a presença DELE e dele em sua vida. Filhinha, Deus ESTÁ com você... beijo, força, paz e FÉ!!! Amo você!

Renata disse...

Lindo todo que vc escreveu!
Deus esta ai do lado de vcs ajudando a leva a vida pra frente!
fica com Deus

Renata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renata disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flavia disse...

Como disse a colega acima, mesmo arrepiante! Continuo achando que você deveria escrever livros, nossa como tem o dom palavras! BJÃO

Izabel disse...

É impossível ler e ouvir como vc o descreve e não ter a nítida impressão que ele está aqui...
Uma benção divina...sabe pq?
Mesmo na ausência física o sentimos tão próximo,tão perto...pessoas assim nunca são esquecidas...plantaram e viveram o amor de forma simples,porém verdadeira,única.
Sua conduta,sua forma de levar a vida,sua dedicação,fazia parte do seu ser...tudo muito natural,leve,alegre,cheio de LUZ!
Seus filhos fazem parte de seu legado,e ELE vai mostrando no seu dia à dia que são deles e para eles os inúmeros motivos que vc tem para nunca deixar de pregar o amor e a FELICIDADE que foram a MARCA REGISTRADA de um pai INESQUECÍVEL, exemplo para todos os homens de bem.
Vc faz parte dessa felicidade e nela a sua força!
Meu bjo,minhas orações,meu carinho!

Sofia disse...

É isso ai. E assim a vida segue em frente, pq eh assim que tem q ser !!!!

narinha disse...

essa é a descrição mais perfeita, mais verdadeira e hoje, mais emocionante. Impossível não chorar diante das tuas palavras e impossível também não passar a admirar-te ainda mais a cada decisão, a cada palavra, a cada encontro...

Nika Lauda disse...

Marcele, parabens pelas palavras, simplismente fantastico o que vc escreve e a forma que vc escreve.
Faça isso mesmo, não chore mais, sejá feliz e busque todas as alegrias.

taticmota disse...

Ah Marcele quanta emoção nas suas palavras. E como sua mãe disse, que grande mulher vc é! Andei um tempo sem acompalhar seu blogg, um tempino só, mas já estou de volta, não consigo ficar longe. Interessante, vc já faz parte dos meus dias.
Um grande beijo.