segunda-feira, 10 de maio de 2010

Doces desconhecidos

Tem momentos que eu acho que esse blog é muita exposição, é muita gente sabendo o que eu penso e o que eu faço. É muita gente metendo o dedo na minha ferida e podendo falar o que quiser nos comentários anônimos. É muita gente que pode até não falar nada aqui, até nunca falar nada pra mim, mas vai ficar formando opinião a meu respeito aí pelo mundo, sem saber realmente quem eu sou. Aqui, estão minhas fragilidades todas, em carne viva. Aqui estou eu no que há de mais sensível em mim. Muitas vezes, MUITAS VEZES, não é isso que a pessoa encontra quando me encontra e me olha no olho. MUITAS VEZES, a pessoa se depara com um sorriso, um cabelo escovado, maquiagem no rosto, um salto alto e a cintura fina comprada e pensa: "mas cadê a dor? As olheiras? Os olhos inchados de chorar?". Não encontrar um pessoa dobrada pela dor e pelo sofrimento pode ser frustrante pra quem me lê. Pelo mundo, eu sou uma mulher ainda preocupada com o que veste, ainda preocupada em esconder as olheiras e proteger a pele do sol, que bebe vodka e dança. Pelo mundo, eu vou seguindo a minha vida, fazendo piada de mal gosto e de humor negro, com olhos de esperança. Pelo mundo, eu ainda sou a Marcele de antes, virada pelo avesso por dentro, mas tentando colocar as coisas em ordem e sorrindo.
 
Receber o carinho de gente que eu não conheço e que está espalhado pelo mundo todo (isso não é uma hipérbole, tem gente me lendo em todo canto do mundo); gente que caiu aqui nesse blog sem querer e querendo; gente que me considera, me deseja o bem, torce por mim e me manda emails lindos assim, como esse aí embaixo; isso, sim, me motiva e me faz um ser humano muito mais melhor de bom ponto com ponto bê-erre.
 
Muito obrigada aos seguidores todos e às meninas que me mandaram emails dizendo terem se tornado fãs! Eu fico toda boba com esse carinho de vocês!

Marcele



Date: Thu, 6 May 2010 17:24:30 -0300
From: Marina Bueno
To: marcelealencar@hotmail.com
Subject: Olá


Marcele

Imagino que muitas pessoas, emocionadas aqui do outro lado da tela do computador, tenham te escrito palavras de ajuda e esperança. Espero fazer parte desse grupo. Li todo o seu blog e juro que não sabia o que viria a seguir... Cheguei no seu blog por outro blog, não me lembro qual, acho que o Beijo Me Liga (?) e coloquei em meus favoritos. Dentre tantos outros, ficou lá quietinho. Hoje, depois de terminar um trabalho grande, comecei a ler esses blogs. Cheguei no seu e fui até a última página e fui acompanhando... Tenho 26 anos e vou me casar em outubro... Estava adorando toda a sua vida de casada, estava feliz. De repente veio o baque.... Que coisa mais triste, Marcele.
Mas sabe, a vida é assim. A maior parte das pessoas têm seus dramas particulares e vive um dia de cada vez. Eu perdi um irmão de 18 anos há quatro anos. Você é mãe, deve imaginar a tragédia que se abateu na minha vida e na de minha família, sempre tão feliz, embora longe de parecer um comercial de margarina. Minha mãe diz que não vive mais, apenas sobrevive, mas sei que ela tem seus momentos de felicidade, como por exemplo, agora que vou me casar e ela está me ajudando nos preparativos...
O que eu gostaria de te dizer, do fundo do meu coração, é que aos poucos, a saudade se torna mais amena, as fotos alegram mais do que doem e o sentimento é de agradecimento por ter vivido tantos anos ao lado da pessoa amada. Seu Thiago te deixou dois filhos lindos e ele vive nesses pequenos e em você, em todo seu amor. Chore muito, Querida. Aproveite os momentos de alegria com leveza. Fale de sua dor quantas vezes quiser e por quantas horas achar que te faça bem. Se afaste das pessoas que te façam mal, una-se àquelas que realmente te querem bem.
Vi desde o início do seu blog que você é ateia. Eu deixei de ter fé com a morte de meu irmão, tão novo, de uma maneira tão cretina , absurda e inexplicável... Quatro anos depois, há duas semanas, com a morte de minha vó, tento recobrar um pouco de fé. Ela ajuda, faz bem. Acalma um pouco o coração. Mas, mais importante do que ter fé é ser uma pessoa boa. Quando meu irmão morreu eu pensei o que tinha sobrado dele. E tive a certeza que era aquilo que os outros pensavam e lembravam dele. E tenho a certeza de que não quero ser lembrada e nem viver, depois de minha morte, por lembranças ruins. Assim, sigo minha vida procurando ao máximo fazer o bem, ser uma boa amiga, distribuir palavras sinceras de carinho e de amor. Procuro não guardar rancor, perdoar, me afastar do que não é bacana...
Saiba, que em São Paulo, você ganhou uma amiga. E quero muito seu bem e te incluirei nas minhas, não tão cheias de fé, orações. Você tem aqui um ouvido e um abraço.

Com carinho,
Marina



POR DIA 63.912 COMPUTADORES SÃO INFECTADOS POR VÍRUS. LEIA DICAS DE SEGURANÇA.

9 comentários:

Xênia Xenofonte disse...

Adoro o que vc escreve, como vc escreve e pq vc escreve. As palavras nos tocam e nos fazem refletir sobre vários aspectos de nossa vida. Vida essa que não está escrita na net mas que também passa por arranjos e desarranjos! Bjos carinhosos,Xênia

taticmota disse...

Eu me acabo com esse blog!!!! Ele já faz parte dos meus dias. Queria eu escrever tão bem quanto vc (todo os dias mandaria um e-mail só para (re)afirmar o tamanho da minha torcida e da minha admiração).
Beijo grande

Kamyla disse...

Olá Marcele...
Quando vc diz de todo os lugares do mundo, diz bem, pois eu, dos EUA, me encantei com vc e todos os dias, desejo só o melhor para vc e seus filhos lindos...
Já rezei bastante por vcs 4... e nunca é demais!!!!
A vida continua mesmo... e com vc, muita gente vibrando pela sua felicidade!!!
Gde beijo e fiquem bem!!!

Marcello disse...

Eu sou um destes admiradores!!!

Alê Crisóstomo Fotografia disse...

Adorei!

Pamela disse...

Nossa Marcele que e-mail lindo!!!

Anônimo disse...

Fazia algum tempo q não lhe mandava uma mensagem... mas não podia deixar de comentar desta vez... Senti q essa mensagem estava se referindo a mim tb!!! Pois é... pq me considero uma dessas doces desconhecidas...:) Tenho um carinho enoooorme por vc!!!!
E Mil vezes parabéns pelo seu dom da escrita, dom de tocar a alma...

Um beijão da sua fãzona... Weidi:)

Janaina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Janaina disse...

Marcele eu sou uma dentre tantas outras pessoas que te admiram. Espero não estar sendo invasiva, sempre que comento o faço de todo coração. Bjs!