quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Com a chave na mão!

Depois de uma passagem relâmpago no Cariri para uma audiência (foi ótimo reencontrá-la, Adalgiza, e mais ainda saber que é leitora!), voltei pra Fortaleza e, finalmente, recebi as chaves do apê novo. A sensação que eu tenho é que tô recebendo a chave do meu futuro, sabe? É como se agora fosse o resto da minha vida, é como terminar de ler o livro, é como sair do poço, é como chegar na praia, é como virar o ano, é como chegar à linha de chegada... Abriram-se as portas da esperança e tá tocando aquela musiquinha...

Os olhos cheios d'água, as mãos trêmulas. É a minha casa! É onde eu vou ser feliz! E eu vou já pra lá de mala, cuia e caregando dois pequenos pelas mãos. Vamos entrar todos com os pés direitos e abrir a garrafa de Monbazillac que eu trouxe de Paris. Vamos pendurar o olho grego na porta e colocar uma pimenteira na sala, armar uma rede na varanda e esperar a felicidade entrar lenta e de mansinho, para ali fazer seu porto e sua morada, e nunca mais nos deixar!

Viver é ter surpresas. Espero que, no futuro do presente que tenho aguardado, todas elas sejam gratas.

PS: Desculpem aí o texto sem pé e sem cabeça, mas é que eu não tenho estrutura hoje pra descrever o que eu sinto!

7 comentários:

Flavia disse...

Nada de texto sem pé nem cabeça! Entendemos tudo e vc descreve como niguém suas emoções e sentimentos! Adoro ler, bjs

@tioago disse...

Primeiro era vertigem
Como em qualquer paixão
Era só fechar os olhos
E deixar o corpo ir
No ritmo
Hiê! Hiê!...

Depois era um vício
Uma intoxicação
Me corroendo as veias
Me arrasando pelo chão
Mas sempre tinha
A cama pronta
E rango no fogão...

Luz acesa
Me espera no portão
Prá você ver
Que eu tô voltando pra casa
Me vê!
Que eu tô voltando pra casa
Outra vez...

Às vezes é tormenta,
Fosse uma navegação.
Pode ser que o barco vire
Também pode ser que não

Já dei meia volta ao mundo
Levitando de tesão
Tanto gozo e sussurro
Já impressos no colchão...

Pois sempre tem
A cama pronta
E rango no fogão, fogão!...

Luz acesa
Me espera no portão
Pra você ver
Que eu tô voltando pra casa
E vê! ê! ê! ê! ê!
Que eu tô voltando pra casa
Outra vez...

Tay disse...

Seus textos são sempre lindos,tenho um prazer imenso em ser leitora daki.Felicidades em seu novo cantiho viu,vc merece.
Sempre m arranca lágrimas,é incrivel.
Bjs

Marina Bueno disse...

Que bom, Querida! Parabéns, parabéns e toda a alegria do mundo para você e seus dois pequenos!

Andressa disse...

Era sobre essa REALIZAÇÃO que falei no outro post!!!
Seja feliz!!! VC MERECE!!! BJS
Dêssa

Elisa disse...

Linda vc merece isso e muito mais.Vc vai ser muito feliz,viu.beijimm

Anônimo disse...

Marcelle, vc não imagina como suas leitoras fiéis, suas admiradoras, suas fãs, suas amiguinhas "virtuais" ficam felizes com essa conquista!!!! Vc é uma super escritora, super mãe, super mulher!!!!
Parabéns, querida!!!! Deus te abençoe sempre!!!!

Beijosss... e muitas Felicidades pra sua linda família!!!!

Weidi:)