quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Três semanas

Três semanas se passaram.

Neste mesmo horário, naquele dia, eu estava falando com você. Hoje, você não existe mais.

Três semanas se passaram e a dor ainda lateja, o sono ainda me derruba à noite, as lágrimas ainda pulam dos meus olhos, o corpo ainda se arrasta pesado, o peito ainda está apertado, as costas ainda se curvam... A vida segue no mundo todo, só a minha parece estar em suspensão ou slowmotion...

Três semanas se passaram e o estômago não revira mais e ronca com fome nas horas habituais; os meninos retomaram a escola; a Lalá prepara as comidas deliciosas de sempre sem você para raspar o prato; eu me levanto e me arrumo, uso todos os cremes e as maquiagens que entopem nosso banheiro; as pessoas já não estão lá em casa sempre e agora, sim, a ficha cai.

A ficha cai porque vem a percepção de que a porta não vai se abrir, o telefone não vai tocar, você não vai chegar mais... A ficha cai e eu continuo sendo arrastada pela vida até o dia em que eu consiga emergir desse fundo do poço e essa dor me abandone.


Quer fazer a bateria do seu notebook render mais? Clique aqui e descubra como.

6 comentários:

Kamyla disse...

Oi Marcele, você vai conseguir!!!
Todos os dias venho aqui ler o que vc está sentindo e tentar lhe confortar. Vc escreve divinamente bem e através das suas lindas lembranças vc consegue descarregar aqui um pouquinho de aus tristeza.
Se fosse possível cada um de nós absorver um pouco da sua tristeza enquanto lemos seus lindos posts, tenha certeza q vc estaria bem melhor e que eu iria dedicar muitas horas do meu dia a seu blog.
Força Marcele...estou sempre na torcida por vc!!!!
Forte Abraço.

Anônimo disse...

olá! querida Marcele tomei a liberdade de te chamar de querida pq desde q comecei a ler seus post me identifiquei e me identifico c cada palavra q vc escreve, tbm sou casada meu marido tbm vive viajando e aprendi e estou aprendendo a cada dia q passa c vc..,vc esta sendo um grande exemplo pra minha pessoa pois sou muito explosiva briguenta mesmo e desde q comecei a ler seus post passei a enxergar a vida de outro jeito a ser mais amorosa a pensar antes de falar, a ter mais cuidado c o q é meu .. choro muito c suas palavras ..
e sei sim q vc vai dá a volta por cima .. naum vou te desejar nem força nem coragem .. vou te desejar discernimento nas suas decisões ..., vc é uma pessoa iluminada parabéns q linda história de amor viu !! tenho certeza de q vc foi muito amada eqto pode, e que foi reciproco tbm .. há!
naum deixa de postar naum tem muita gente revendo seus conceitos antes de fazer qualquer coisa .. eu quero aki lhe agradecer por me fazer uma pessoa melhor desde q comecei a ler seus post..bola pra frente guerreira !!

izabellibarros disse...

Oi Marcele,conheci o Thiago em Limoeiro,trabalhamos juntos no CAPS e aprendi muitooo com os ensinamentos que ele passava. Inicialmente, chegou muito sério, mas depois dava gargalhadas que se faziam ouvir por toda a unidade, as vezes dizia: "lá vem vc com mais um pedido...mas eu atendo, eita enfermeira para sugar" e ria com os olhos fechados.
Ele sempre falava do amor incondicional por vcs, da imensa vontade de estar sempre ao seu lado nos carnavais, no asa, no natal...
Saibas, que mesmo sem nos conhecermos, pode contar comigo...desabafar, enfim..chorar!!
Assim como seus pequenos, perdi meu pai muito cedo, ficaram poucas lembranças, o vazio no dia dos pais, natal. E assim como vc minha mãe ficou muito cedo VIÚVA, 25 anos,sem saber o que fazer, se arrastando, tentando sair do poço por 2 motivos, eu e minha irmã.Mas hj ela sobreviveu...mas nunca esqueceu um dia do meu pai.
Tenho ctz que vc irá vencer,vai caiR, MAS SEMPRE IRÁ LEVANTAR! Estou rezando e torcendo por vc!

Izabel disse...

Três semanas é muito pouco tempo para tudo...para vc parece um século de tanta dor.Mas...
Vc está reagindo como deveria está,e me surpreende todas as noites,de uma maneira linda,e tenho certeza que não só a mím.
Há algum tempo atrás comentei numa foto do orkut do Thiaguinho que ficava muito feliz em vê-lo tão jovem,mas com tanto amor pela família,por ser um homem tão sensível,feliz...
Hj tenho a oportunidade de entender pq ele se apaixonou...vc é igualzinha a ele nesse aspecto.Sua personalidade é diferente,mas o amor...a forma de amar,de se dedicar...
Procure em seu interior,a outra parte da sua força,ELA parece escondida,inerte,mas é a sua LUZ.
Para VC SEMPRE,meu todo carinho,minhas sinceras orações,meu encontro noturno com o Criador,meu maior momento de PAZ!

Anônimo disse...

"Ninguém morre quando permanece vivo no coração de alguém"

Lembra dessa frase? Então? Ele está vivo no coração de todos os que o amavam. É assim que penso e me conforto com a perda do meu pai, que eu amo (pq ele está vivo em mim) tanto!

Pensa nisso, tá?

Roberta disse...

Marcele estudei com vc na faculdade de Serviço Social da UECE.Sempre te achei muito inteligente.Que Deus te ilumine e te dê força pra superar todos esses problemas. Muito legal o seu blog.Sou sua seguidora.Fica com Deus!!!