segunda-feira, 5 de março de 2007

Eu apertaria o pause

Eu queria demais ter um controle remoto para poder utilizar na minha própria vida. Seria muito bom ter este poder na palma da mão... Naqueles momentos em que a gente acha que ele demora demais a passar, quando a gente tá na fila de alguma coisa, esperando alguém chegar, esperando alguém vir buscar, esperando o almoço sair ou até mesmo quando se quisesse pular momentos infelizes ou de dor, simples, aperta o fwd. A dor sumiria.
Poder voltar o tempo seria uma das coisas mais aprazíveis. Reviver o primeiro tudo, primeiro amor, primeiro beijo, primeiro namorado, primeira vez... Voltar as velhos bancos sucateados e desfrutar de companhias inesquecíveis e saudosas. Aproveitar, como se fossem a última, todas as festinhas do fim de semana e curtir carnavais para lá de marrakesh. Emocionar-se com os livros mais profundos (são tantos... A segunda leitura nunca rende a mesma emoção). Poder dormir a tarde toda (ou a noite toda). Mais colos, mais abraços apertados de estalar as costelas, mais olhares que dizem tudo, mais metafísica, mais uma vez destino, mais compreender o incompreensível, mais perdões, mais uma vez tudo o que foi inesquecível... Masi uma vez o surreal, o metafísico, o intangível, o incrível... Mais uma vez aquelas coisas todas que só aconteceram e só aconteceriam com você. Mais uma vez...
Contudo, naquele momento em que a vida se justifica, em que cremos que nascemos para vivê-lo, em que a alma é rendida, em que tudo mais é diminuído, em que a respiração fica suspensa e a coluna tensa, em que um turbilhão invade o peito e revoadas de borboletas surgem na barriga... Neste momento, sublime, único, mnemônico, eu apertaria o pause.

2 comentários:

Debbie disse...

Amiga, eu tb tenho essa vontade... As vezes fico pensando nisso! Como seria bom se voltássemos no tempo para algumas coisas!!! Ai ai ai...
Beijos amiga! Ah, estou combinando com a Edilane de te fazer uma visita!

Ide disse...

E-MO-TI-VA... Mulher totalmente coração. Onde anda a razão nesses momentos? Beijo