quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Merecimento

Eu li em algum canto que o pior sentimento que pode existir é a indiferença. Porque quando sentimos ódio, raiva, rancor, acaba-se demonstrando o quanto o objeto destes sentimentos é capaz de mexer conosco. Fica claro que dói, que machuca, que atormenta. Mas quando simplesmente não se sente nada, não se faz questão de, nem se lembra, quando não dói, não dá vontade de mover uma palha, aí sim, é terrível. Porque é o nada, o vazio, o silêncio.

Pois é exatamente isso que merece!

3 comentários:

Anônimo disse...

Como é que pode?
Você tá lendo minha mente a 100 mil km de distância é? Deu foi medo! hahahaha
Beijo!
Stephane

Cá Ponte disse...

A indiferença ainda faz o outro lado se sentir tolo, como quem fala com uma parede.
Aff, péssimo e dolorido!

D.J disse...

Desculpa se me atrevo a transferir seus sentimentos pro meu blog. Posso?
É que vc definiu direitinho o que se passa comigo agora.
Obrigada pelo belo texto.
Beijo!