segunda-feira, 21 de junho de 2010

Doendo

Ontem fez cinco meses. Eu não tô mais contando e também não preciso dizer que não vou a missas. Mas fez cinco meses e ainda dói. Hoje, nem sei porquê, tem doído mais. O Brasil ganhou, julho vem chegando com sonhos há muito sonhados, a vida anda tranquila, a burocracia ainda emperra as coisas, mas não é por isso que dói. Dói porque é saudade demais. E só.

4 comentários:

Sofia disse...

Isso também passa ..... Bjos

Anônimo disse...

"Melhor ter saudade do que caminhar vazio."

Beijo!
Stephane.

3 x Trinta - Solteira, Casada, Divorciada disse...

Bora ouvir um forró para animar um pouco o dia? Lá no blog tem, viu?

Beijão, força, fique bem,

Bela - A Divorciada

Izabel disse...

É claro que dói...
Não se trata de algo simples,banal...
Se trata de um amor verdadeiro,que deixou frutos lindos...mas a ausência existe.
Se trata de alguém que plantou bondade,amor,companheirismo,amizade...e a ausência é fato.
Portanto...não é contar por contar...é um reflexo natural de perceber como o tempo passa,a vida segue seu curso,mas a presença teima em existir.
Não se cobre tanto,os sonhos existiram,o julho tão desejado é próximo e é perfeitamente normal ser tudo mais complicado de enfrentar.Mas...VAI PASSAR!
Um dia você sentirá necessidade das tão faladas missas,e não se cobre.O amor de Deus não é temporal.Você existe para Ele...seu tempo só Ele dirá.
Meu bjo no coração!
Minhas orações SEMPRE!