segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Eu também

"...O meu mundo não é como o dos outros, quero demais, exijo demais, há em mim uma sede de infinito,uma angústia constante que nem eu mesma compreendo, pois estou longe de ser uma pessimista. Sou antes de tudo uma exaltada, com alma intensa, violenta, atormentada, uma alma que não se sente bem onde está, que tem saudades... sei lá de quê!"
(Florbela Espanca)

5 comentários:

Anônimo disse...

Caralho!
Texto phoda da porra...
Desculpa os palavrões, mas Florbela Espanca tem esse efeito em mim...
Vou até roubar ele pro meu post de hoje... hehehe

Stephane.

Izabel disse...

Texto forte...nos leva a uma inquietude,que no fundo temos em nosso interior,quando não encontramos a "nossa forma única" de acomodar,refletir,encontrar mansidão!

Anônimo disse...

... essa era minha descrição no "quem sou eu" do orkut em novembro de 2008... anotei inclusive em um caderninho, pra eu não me esquecer.
beijo, curu! bem vinda ao clube!

Alê Crisóstomo Fotografia disse...

Ela é maravilhosa mesmo. Tb adoro!

Anônimo disse...

o que eu estava procurando, obrigado