segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Saudade - amor - amizade

8 meses sem. 8 meses de ausência. Agora que a mudança é, os sentimentos são dúbios aqui dentro. Vou para ser feliz. Deixo a maior felicidade que já vivi. E o que se há de fazer?

__________________________________________________
Ontem foi um dia feliz, dia de festa, dia iluminado de amor, de energia positiva, de querer bem. Ontem o nosso grandão, aquele que me abraçou nos meus momentos de saudade e que me arrancou sorrisos nem sei quantas vezes, completou 4 anos. Se eu pudesse escolher a personalidade do meu filho, nem em sonho ele sairia tão perfeito, tão compreensivo, tão maduro, tão instingante. Eu jamais imaginiaria que viria uma coisinha esperta, questionadora e com um poder enternecedor e uma maturidade que me deixam boquiaberta. EU não tenho palavras para descrever essa ligação mãe-filho porque é um amor que ultrapassa minha compreensão. Eu só sei que é ali naqueles dois sorrisos que eu descubro meu rumo e para onde eu devo ir. É ali que eu aprendo a priorizar, a colocar os pés no chão. E é so por eles.

__________________________________________________
Ontem foi o aniversário da companheira de viagem e da parceira na vida. Ontem foi o aniversário dela e eu nem pude comparecer à festa. Mas eu sei que ela me entende. Porque são anos nesse bem querer, nessa companhia. Quando alguém entra na nossa vida, a gente não sabe a que veio nem quanto tempo isso vai durar. Quando alguém entra na nossa vida, pode passar anos assim na periferia, antes de entrar no centro de sua atenção. Mas ainda bem que você entrou, Susu! Só digo uma coisa: nossos melhores momentos foram fora do território de jurisdição! PARABÉNS!!!

2 comentários:

Anônimo disse...

de fato, o matheus é um menino muito especial! orgulho da dinda! o curu mais lindo, mais inteligente e mais amável que eu poderia querer como afilhado!

obrigada, minha querida, por esse presente tão especial que é o theto da dinda!

um beijo pra vocês, a gente comemora juntos em outubro!

BruBerg disse...

Você vai conseguir. Continuo acompanhando tudinho e desejando o melhor possível dentro do caos que por vezes a vida se torna.
Desejo muita, muita saúde e paz para estes três guerreiros.

Beijos!