sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Já vai tarde

Lembro bem de dizer, lá no janeiro trágico, que a única coisa que eu esperava desse ano era que ele acabasse logo. Eu queria chegar ao depois disso, eu queria poder me afastar disso, desse processo todo, e dizer que tinha conseguido. Porque disso eu tinha certeza. Eu ia conseguir. Não sei se era exatamente assim e sei que, muitas vezes, essa certeza se afastou de mim. Mas, de algum modo, eu sabia que sobreviveria. Eu queria o distanciamento temporal que permite dores mais amenas e saudade mais tranquila, certa nostalgia, aquele suspiro pelo que se foi e não volta mais. Eu queria dormir e acordar em 2011. Sim, a barra foi pesadíssima (ainda está sendo pesada agora). E eu queria só sobreviver e apertar o botão para pular logo esse capítulo. 2010 foi avassalador, foi transformador e foi muita dor. Eu queria sobreviver, eu queria superar, eu queria passar por isso rápido. Até porque eu não faço o tipo que se entrega, que faz corpo mole, que se faz de coitadinha... Eu queria terminar logo esse ano e sair dele andando, em pé. Eu não queria chegar aqui me arrastando, deprimida, cabisbaixa, sem chão. Eu quis tanto, tanto que esse ano acabasse rápido que, agora, quando eu vejo no calendário DEZEMBRO chegando, uma sensação de alívio toma conta de mim. Vai-te embora, pior ano da minha vida! E já vai tarde!

3 comentários:

Mariana Hart disse...

Vejo taaanta verdade em vc. Suas palavras arrepiam até o mais duro dos mortais! Tô sempre por aqui, mas raramente comento, pq sua grandiozidade com as palavras é tão grande que sinto que o que vou escrever não é nada.

E que venha 2011! Ano novo, vida nova!

Anônimo disse...

"UM NOVO TEKMPO DEUS TEM PRA VOCÊ, UMA NOVA HISTÓRIA ELE VAI TE DÁ." Alana

izabel disse...

E que venha 2011!!!
Deus ilumine nossos caminhos com sua LUZ poderosa que nos enche de amor e PAZ!!!
Bjokas!