terça-feira, 16 de março de 2010

Cartas para você VIII

Thi,

Ontem eu coloquei o Matheus para dormir deitada no ombro dele. Ele ficou mexendo nos meus cabelos, exatamente como você fazia quando o ombro-travesseiro era o seu. As lágrimas vieram inevitavelmente. Saudade do encaixe do meu corpo no seu, do seu braço ao redor de mim (nem a sensação eu tenho mais), saudade do seu jeitinho de beijar cheirando, da perna sob a minha perna, do cafuné até que eu dormisse. Saudade das noites acompanhadas, da chacota pelas lágrimas ao final da novela, do jeito nosso de ser o que somos. Saudade tão grande de você, mozinho!

Mas, sabe, Thi, eu descobri que ser feliz não tem nada a ver com conquista, com dinheiro, com qualquer fato externo à gente mesmo. Ser feliz é de dentro para fora e é aqui em mim que eu tenho que colocar o pozinho cicatrizante da manicure. É aqui dentro que eu tenho que fazer parar a dor. Eu sei que eu vou conseguir, mas é que às vezes vem algo arrancar a casquinha que estava a se formar.

Eu sei ser feliz, sem culpa, sem medo, leve. Eu sei ser feliz com problemas e dívidas. Eu sei ser feliz com um turbilhão na cabeça. Eu sei que sei. Eu vou conseguir sem você também, meu amor. Nós vamos: eu e os pequenos. Você fez tanta gente feliz, tirou tanta gente do escuro de si, ajudou tanta gente a reencontrar seu lugar no mundo, seu rumo, seu norte. Você foi tão especial, bebeim, tão querido, tão amado, tão presente. Eu só posso ter aprendido com você a olhar para frente com olhos de esperança.

Não sei onde nem se você está, mas sei que, de alguma forma, você persiste aqui ou noutro lugar. Você continua a existir por que eu continuo a amar você.

Com convicção: Amo você pra sempre!

Moreninha

Vocação para felicidade
Carlos Drummond de Andrade

"Não serei o poeta de um mundo caduco.
Não escreverei versos chorosos, cantando tristezas infinitas, amores impossíveis, saudades dolorosas, paixões trágicas e não correspondidas.

Tenho a vocação para a felicidade.
Ser feliz não me traz sentimento de culpa.
Não preciso da tristeza para justificar a inutilidade da vida.
Não preciso morrer e ir ao céu para encontrar a felicidade.
Quero-a e tenho-a neste espaço terreno do aqui e do agora.

A felicidade, tal e qual o amor, está dentro de mim
E transborda em ternuras, em melodias, em carinhos, em alegrias, em cantos e encantos
.

Sou feliz e não preciso me justificar.
Sorrio sem ver passarinho verde.
Não tenho medo de ser feliz.

Faço minha estrela brilhar.
Sem receio dos encontros, desencontros, encantos e desencantos que o amor me diz.

Contrariedades? Eu as tenho.
E quem não as tem na vida secular ?
Escassez de dinheiro? Nem é bom falar
Amores não correspondidos? Separações?
Rejeições? Saudades incuráveis?
Carinhos reprimidos, ternuras guardadas, sem a contra parte do outro? Eu tenho aos montões.
Sou a rainha das perdas, necessárias ao meu crescimento
.

Contudo quem não soube a sombra não sabe a luz.
E num livro de matemática existencial juntei todos esses problemas insolúveis, com as respostas nas últimas páginas.
Mas pra que me debruçar
sobre eles, procurando a solução
se a própria vida me conduz
a resposta final?

Sem medo de ser feliz vou por aqui e por ali
por onde os caminhos, as trilhas,
Os atalhos me levarem, traçando meu rumo.
Às vezes com alguma tristeza,
mas quem disse que felicidade
é o contrário de tristeza?
Tristeza é só uma momentânea falta de alegria
!

É, amigo, amanhã é sempre um novo dia
E quando a infelicidade passar por aqui, minhas malas estarão prontas para eu ir por ali".



Quer falar com seus amigos do Messenger sem instalar nada? Clique aqui e veja como.

12 comentários:

Não vim a passeio. disse...

Muito lindo...
Thiaguinho é muito especial...
Também compartilho desse amor com você...
Existem pessoas que nasceram para cativar...
E ele tem esse dom...
Onde ele estiver estará conquistando a todos...
Que o Nosso Pai Amado esteja te iluminando...
Felicidades...

Kamyla disse...

Adoro ler a respeito de sua evolução e crescimento...
Uma semana maravilhosa para vcs!!!
Abraço forte...

delma_fisio disse...

Marcele sempre que leio suas cartas para o Thiago, minha vontade é está perto e ao mesmo tempo longe, perto para não deixar você desanimar e te passar forças para continuar seguindo em frente e longe pra não ver vc chorar e principalmente seus pequenos, continuo rezando por vc e seus filhos.

Abraços.

PS: Sei que vc não me conhece, mas admiro muito vc e gostaria muito de conhece-la.

BruBerg disse...

Aqui existem dedos cruzados e uma torcida organizada para a falta de alegria passar...

Beijo!

Carol disse...

Marcele, uma amiga me contou um pouco da sua história, do seu blog que ela encontrou em algum desses acasos da internet, ou soube por alguém que te conhece, enfim isso não importa agora. O que eu queria mesmo te dizer é que é lindo esse amor que preenche cada linha e entrelinha de suas palavras, sua força, sua superação. li boa parte do seu blog e não poderia ficar calada, é emocionante, cheio de vida e nos alerta a cada letrinha como a vida é rara, como a gente não sabe nada sobre o amanhã, como o amor é importante. desejo pra você e seus pequenos dias de luz, de serenidade, de paz, de saúde e de força. que os próximos dias e anos sejam mais leves e tranquilos. com certeza, vocês têm um anjo zelando com mais cuidado por vocês. fiquem bem. recebam meu carinho, meu pensamento positivo, minha prece.

Carol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol disse...

desculpa, essa postagem removida fui eu, que sem querer postei o mesmo comentário duas vezes e apaguei o que estava repetido.

caso interesse, meu e-mail: carolcp@gmail.com

Cássia disse...

Nossa..que mulher é essa viu?Thiago foi um homem completamente feliz!Não dá pra ler suas coisas sem ficar,ao menos,com os olhos cheios de lágrimas,marcele.Que força,que vida,que alma!abraço em vc e nos fofinhos.

ANNA CAMILA disse...

Ô amiguinha... fico tão feliz que você está melhorando!!! Existem muitas pessoas torcendo por você!!! As coisas vão se ajustando aos poucos, você vai ver! Muitos bjus nos pequenos!!

Anônimo disse...

Cele,
Vc me inspira, minha amiga querida!
E sim, não tenho dúvidas de que muito mais em breve do que vc imagina, vc conseguirá viver em paz e ser feliz sem sentir culpa por isso.
A vida continua... e vc não tem nem vocação e NEM NÓS iriamos mesmo deixar vc ser infeliz!! ;)
Beijo!
E obrigada por ter passado lá no Flickr! :D
Stephane.

Tiago Aguiar disse...

Marcele Princesa Flor

Que bom que nos reencontramos, ao menos através de blogs.

Suas letras formam belos textos, de sensibilidade e delicadeza críveis.

Deixo uma saudação fraterna, com carinho e desejo de tudo de bom pra ti.

Izabel disse...

Como é bom saber que vc acredita em sua felicidade...
Nascemos minha querida,para sermos felizes,como já lhe disse anteriormente;e mesmo sendo repetitiva...não canso de falar...
Vc teve algo que muitas mulheres sonham por uma vida inteira,e não alcançam...
VC sabe o que é o amor,ama e é verdadeiramente amada...seu Thi passou para o outro lado da vida,mas o amor verdadeiro é latente em vc,nos pequenos,nos aprendizados,na família construída,no bem saber,VIVER!
Tens em tí a gde razão para acreditar...vais encontrar o caminho para voltar a sorrir,para reconstruir sua vida;amar é como andar de bicicleta,o tempo passa,a vida muda,mas a gente NUNCA ESQUECE!
Ele e ele não a deixarão sozinha NUNCA!!!
Um gde bjo nesse coração lindo...meu todo carinho,minhas orações,SEMPRE!