quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Carta para o Papai Noel

Querido Papai Noel,

Tenho alguns considerações a fazer antes de pedir qualquer coisa.

Este ano foi de provas e testes e eu até que me saí bem deles. Não foi, com certeza, a melhor nota da turma, mas eu acho que deu para passar. Eu não sou mais a aluna do quadro de honra - pelo menos, não para estes tipos de avaliações, mas eu consegui fazer o meu melhor diante de tudo que me foi colocado à prova. Fui persistente, focada, determinada, tirei sangue dos meus próprios olhos, me dediquei ao máximo a tudo e fiz o impossível. Eu fui uma menina bem comportada, obediente e resiliente; fiz todos os deveres de casa e alguns serviços extraordinários; cumpri integralmente as tarefas que me foram passadas; e sobrevivi ao campo de guerra, acho que mereço um presente especial esse ano, não?

Então, Papai Noel, o que eu quero pedir nem vai pesar no seu saco, nem vai ser um fardo tão grande. Não preciso de bens materiais, nem de rios de dinheiro, nem de presentes caros e refinados, nem de viagens a lugares exuberantes, nem de restaurantes e hotéis cinco estrelas, nem de festas homéricas... Eu quero só que a vida não me apronte mais essas surpresas desagradáveis, que corra tranquila, serena e doce; que traga pessoas que acrescentem, que se juntem ao grupo, que se integrem; que seja simples e em paz. E é só disso que eu preciso. Se eu ganhar esse presente de Natal, prometo continuar sendo uma boa moça e não pedir coisas estapafúrdias em nenhum outro Natal.

Deixa agora a gente ser feliz, Papai Noel, porque o quinhão de sofrimento que cabia na vida toda, foi suportado em 2010.

Obrigada.

Marcele

6 comentários:

Mari disse...

Deu um aperto no peito ler essa cartinha.

Mas pode ter certeza que 2011 virá com coisas boas, pessoas boas, momentos bons, alegria e a paz de espiríto.

Beijo grande,

Mari

O Divã Dellas disse...

Ah, se o Bom Velhinho pudesse me ouvir... Tenho tanto a pedir. rs

Por hora, só peço força, paciência e sabedoria.

Desejo um Feliz Natal e um Ano Novo repleto de belezas e realizações pra vc, Marcele!

Beijão!

Verônica

Anônimo disse...

É isso aí Papai Noel. Estamos nessa torcida também.

Acredita que vem!
Esperança para vc.

Abração

Lidiane Dantas

O Divã Dellas disse...

Eu tenho certeza de que Papai Noel faria isso... Se estivesse ao alcance dele...
Mas a vida é tão cheia de surpresas... Muitas tão dolorosas...
Mas, uma coisa é certa. Deus é Pai e por mais que a gente não entenda o que acontece, Ele entende.
E não há separação eterna. O reencontro é certo. Confie.
Que você tenha um Natal focado no amor, no sorriso de seus filhos, na linda história de amor que escreveu (e escreve)... Acho que essa seria uma saída para um Natal feliz, de uma felicidade diferente, é certo, mas feliz.
Um grande abraço,
Cinthya

belleberg82 disse...

E se o Papai Noel não atender seu pedido, a gente chama o Zé Pequeno (Cidade de Deus) pra ir tomar dele e levar até você!!!! rrsrsrsrs... Bj!

Anônimo disse...

Lindo!